Roberto Santini recebe homenagem havaiana pelos mais de 30 anos de apoio ao surf

Roberto Santini recebe homenagem havaiana pelos mais de 30 anos de apoio ao surf

 

São mais de 30 anos de apoio ao surf, 25 deles com o A Tribuna de Surf Colegial, campeonato que se tornou referência no Brasil, sobretudo por sua função social de incentivo à educação entre os jovens. Por toda essa trajetória, o diretor-presidente do Grupo Tribuna, Roberto Clemente Santini, considerado um dos maiores entusiastas da modalidade na Baixada Santista, foi homenageado pela Câmara de Comércio do Havaí no último dia 9.

A homenagem partiu do cônsul honorário da Nação Soberana das Ilhas Havaianas no Brasil, Marcelo Tito, e Santini, que é surfista recebeu uma placa destacando o apoio ao esporte e uma bandeira do estado norte-americano, que tem o surf como meio de vida. Também participou da solenidade o cônsul de Chipre em São Paulo, Cesar Augusto Aguiar, presidente de honra da Associação dos cônsules no Brasil.

O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, também foi homenageado, pelo incentivo ao esporte na Cidade, tendo como exemplo a primeira escola pública da modalidade, há 3 décadas e, mais recentemente, a primeira escola pública do Mundo de surf adaptado. Por ter um compromisso em Brasília, o chefe do Executivo santista foi representado pelo secretário municipal de esportes, Gelásio Ayres Fernandes Júnior.

Tito ressaltou o trabalho social desenvolvido pelo Grupo Tribuna no Circuito Colegial, onde é obrigatório que os atletas estejam estudando e que já revelou grandes nomes do Circuito Mundial como Adriano de Souza, o Mineirinho, campeão mundial em 2015, Alex Ribeiro, Caio Ibelli, Deivid Silva e Jessé Mendes, entre muitos outros. “Um campeonato que tira das crianças da rua pelo esporte e os incentiva a estar na escola. É serve como forma de combate ao tráfico de drogas”, disse.

Ele também revelou a proposta de tornar Santos cidade-amiga do Havaí. “A ideia é trazer o prefeito de Honolulu, Kirk Caldwell, para uma parceira com Santos e trazer projetos de intercâmbio cultural e desenvolvimento de novos atletas”, anunciou.

Com a bandeira do Havaí em volta dos ombros, Santini agradeceu o reconhecimento, contando um pouco de sua trajetória de mais de 30 anos no incentivo ao surf. “Muito feliz de receber essa homenagem de representantes do Havaí, ainda mais em época do Pipe Mastes. O surf esteve sempre presente no nosso Grupo, tanto que o jornal A Tribuna foi premiado pela antiga ASP hoje WSL pela melhor cobertura jornalística do Mundo”, comemorou.

QUERIDINHO – Ele também falou com orgulho do A Tribuna de Surf Colegial, um dos campeonatos de maior longevidade no Brasil, completando 25 anos ininterruptos. “Normalmente as empresas que fazem eventos tem objetivo comercial, o que é normal. Nós fazemos para incentivar a comunidade e estamos há 25 anos colaborando, revelando grandes atletas e mostrando a todos que é importante conciliar estudo e esporte”, garantiu.

“Esse campeonato é o nosso queridinho e passa uma mensagem muito importante para o jovem. Que ele pode ser um bom esportista, competitivo, mas não pode abandonar a escola. Isso deveria ser seguido em todos esportes”, reforçou diretor-presidente do Grupo Tribuna.

Durante a solenidade, Santini recordou seu início e sua relação de amizade com Picuruta Salazar, também presente à homenagem. “Minha história com o surf comecei com 16 anos, aqui em Santos. Foi com uma prancha Guarujá, de isopor. Depois de muito tempo, contra a vontade dos meus pais, consegui ter minha primeira prancha de verdade, feita pelo Jorge Limoeiro”, lembrou.

Ele cita que naquela época não era permitido surfar no Canal 3 e era necessário ir até o Canal 1 para pegar ondas. “Tinha uma lei que proibia as pessoas de surfarem numa parte da praia de Santos”, enfatizou. “Comecei a trabalhar com 17 anos. E isso já fazem 41 anos, A Tribuna já tinha um jornalista especializado em Surf, 1989, o Murillo Ferreira. Foi uma das primeiras colunas permanentes de surf num jornal grande do Brasil”, afirmou.

“Foi muito bacana, porque era o esporte que eu gostava e já tinha uma pessoa especializada naquela época”, enalteceu, relatando como foi o início da amizade com Picuruta. “O seu pai, o velho Bigode ia na sala do meu pai falar dos filhos, pedir matéria. A primeira vez que o Picuruta foi para o Havaí foi com adesivo da Tribuna FM na prancha. Foi o início dessa grande ligação”.

Santini também destacou a realização dos dois campeonatos brasileiros de surf profissional ainda em 1989 e 90, o Niasi A Tribuna e o Costa Sudeste A Tribuna. “Um deles com vitória do Picuruta, num momento importante da carreira dele. Foi espetacular, com praia lotada”, complementou.

O secretário de esportes também agradeceu a homenagem, em nome do prefeito, e ligando essa trajetória ao Grupo Tribuna. “É muito importante esse fomento. Santos é uma cidade pioneira do surf. Foi aqui que o esporte nasceu no Brasil, temos um trabalho consolidado com as escolas, inclusive de surf adaptado, que serve de exemplo para o Mundo. O esporte tem avançado muito. É uma satisfação muito grande esse reconhecimento, de onde vem”, garantiu Gelásio, que recebeu a placa e a bandeira do Havaí das mãos de Picuruta Salazar.

Também participaram do encontro o presidente da Associação Sócio Educativa de Esporte e Lazer (ASEEL), Marcos Camarão, o diretor técnico do A Tribuna de Surf Colegial, Mad Willian, ambos os intermediários pela homenagem prestada a Santini e ao prefeito, além da presidente da Associação Brasileira de Surf Feminino, Diolanda Vaz.

O 25º A Tribuna de Surf Colegial terá a sua segunda e decisiva etapa em janeiro, novamente na Praia do José Menino, junto ao Quebra-Mar, o Parque Municipal Roberto Mario Santini, em Santos. A etapa inicial foi realizada no último dia 7, e teve como vencedores George Alves, de Santos, na júnior, Kemilly Sampaio, de Praia Grande, na feminina, Tierres Alves, de Mongaguá, na mirim, e Davi Jihad, de Guarujá, na iniciante.

O 25º A Tribuna de Surf Colegial tem o patrocínio master de Blue Med Saúde, com patrocínio de DP World Santos. Apoio: Silver Surf. Organização: Associação Sócio Educativa de Esporte e Lazer (ASEEL), Promifae – Prefeitura de Santos.


Divulgação e créditos por: FMA NOTÍCIAS – Fábio Maradei

(Visited 21 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + quinze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.