Peruano Miguel Tudela é semifinalista em Pipeline

Peruano Miguel Tudela é semifinalista em Pipeline

Os peruanos estão encabeçando a lista dos sul-americanos no ranking das cinco etapas já disputadas no WSL Qualifying Series com Miguel em vigésimo lugar e Alonso Correa em 32.o  

Barron Mamiya HAV WSL Tony Heff
Barron Mamiya HAV WSL Tony Heff

Os surfistas peruanos seguem ganhando espaço no Circuito Mundial, começando bem a temporada 2019 do World Surf League Qualifying Series. Nesta terça-feira, Miguel Tudela foi até as semifinais do Volcom Pipe Pro QS 3000 e inicia o ano em vigésimo lugar no ranking. Antes, o mais bem colocado era Alonso Correa com o nono lugar no QS 3000 que abriu a corrida por vagas no CT 2020 em Israel, mas caiu para a 32.a posição por ter ido competir no Havaí. Nos tubos de Pipeline e do Backdoor, o vencedor foi o australiano Jack Robinson, que assumiu a liderança do ranking porque já tinha sido vice-campeão no QS 1000 de Sunset Beach, também na ilha de Oahu.

Jack Robinson AUS WSL Keoki Saguibo
Jack Robinson AUS WSL Keoki Saguibo

Em sua estreia na temporada, a única bateria que Jack Robinson perdeu no Havaí foi na decisão do Sunset Open para o havaiano Cody Young. Os dois se encontraram duas vezes nas ondas de 6-8 pés da terça-feira em Pipeline e as duas baterias foram vencidas pelo australiano. Nas oitavas de final, Cody Young ainda passou em segundo lugar, mas nas semifinais foi eliminado por outro havaiano, Barron Mamiya, vice-campeão do Volcom Pipe Pro. Outro australiano ficou em terceiro lugar na grande final, Reef Heazlewood, com o norte-americano Balaram Stack em quarto.

Jack Robinson AUS WSL Tony Heff
Jack Robinson AUS WSL Tony Heff

“Eu estou no topo do mundo e começar o ano com uma vitória aqui em Pipeline me deixa muito mais confiante para o restante da temporada”, disse Jack Robinson. “É o campeonato mais difícil do ano e aqui você tem que ficar ligado para ganhar, mas as ondas têm que vir para você, senão não adianta nada estar bem preparado. Eu me sinto bem confiante e só quero chegar logo ao World Tour. É onde eu já deveria estar e sei que vai ser muito difícil chegar lá, mas sinto que é hora de conseguir isso esse ano”.

Jack Robinson tem apenas 21 anos de idade, mas já vem sendo apontado como a maior revelação do surfe australiano nos últimos anos. Em 2018, ele ganhou o QS 1500 Heroes de Mayo Iquique Pro no Chile e terminou em 39.o lugar no ranking que classifica dez surfistas para a elite dos top-34 que disputa o título mundial da World Surf League no Championship Tour. Agora, já inicia a temporada na dianteira da corrida pelas vagas para 2020.

PERUANOS NA FRENTE – Os surfistas peruanos também começaram bem o ano, melhor até do que os brasileiros que sempre encabeçaram a lista dos sul-americanos no ranking do QS. Na etapa que abriu a temporada 2019 em Israel, o mais bem colocado foi Alonso Correa em nono lugar. O brasileiro Luan Carvalho perdeu na mesma fase, mas terminou em 13.o por ter ficado em último na sua bateria. No QS 1000 Sunset Open no Havaí, Wiggolly Dantas e o peruano Adrian Garcia foram até as quartas de final e ficaram empatados em nono lugar.

Miguel Tudela PER WSL Tony Heff
Miguel Tudela PER WSL Tony Heff

No QS 3000 Volcom Pipe Pro encerrado nesta terça-feira, Wiggolly não passou da sua estreia em Pipeline e os únicos sul-americanos que chegaram no último dia foram os peruanos Miguel Tudela e Cristobal de Col. Os dois passaram juntos para as oitavas de final, barrando o costa-ricense Carlos Munoz e o havaiano Liam O´Brien.

Cristobal não achou as ondas em sua primeira bateria na terça-feira, mas Miguel avançou, depois ganhou a que abriu as quartas de final e só perdeu nas semifinais, para o australiano Reef Heazlewood e o americano Balaram Stack. Outro destaque foi o argentino Tomas Lopez Moreno, que venceu duas baterias antes de ser barrado na quarta fase da competição.

PRÓXIMAS ETAPAS – A disputa por pontos no ranking do WSL Qualifying Series prossegue nesta semana no QS 1500 Cabreiroa Las Americas Pro Tenerife nas Ilhas Canárias e neste mês também acontece o primeiro grande evento da temporada, o Hang Loose Pro Contest, que volta à Fernando de Noronha após seis anos, promovendo o primeiro QS 6000 de 2019 entre os dias 19 e 24 nos tubos da Cacimba do Padre. O evento mais tradicional da América Latina vai abrir o calendário da WSL South America, valendo os primeiros pontos para o ranking regional que define os campeões sul-americanos da temporada.

Mais informações, notícias, fotos, vídeos e todos os resultados do QS 3000 Volcom Pipe Pro podem ser acessadas na página do evento no www.worldsurfleague.com

—————————————————————-

G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES 2019 – após 5 etapas:

01: Jack Robinson (AUS) – 3.750 pontos

02: Eithan Osborne (EUA) – 3.360

03: Barron Mamiya (HAV) – 2.450

04: Cody Young (EUA) – 2.260

05: Tristan Guilbaud (FRA) – 2.250

06: Cole Houshmand (EUA) – 1.890

07: Jorgann Couzinet (FRA) – 1.680

07: Reef Heazlewood (AUS) – 1.680

09: Reo Inaba (JPN) – 1.620

10: Balaram Stack (EUA) – 1.580

——sul-americanos até 100:

20: Miguel Tudela (PER) – 1.180 pontos

32: Alonso Correa (PER) – 900

39: Luan Carvalho (BRA) – 840

57: Cristobal de Col (PER) – 675

78: Kim Matheus (BRA) – 555

86: Joaquin del Castillo (PER) – 545

87: Jeronimo Vargas (PER) – 515

88: Wiggolly Dantas (BRA) – 510

88: Adrian Garcia (PER) – 510

104: Franklin Serpa (BRA) – 420

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO VOLCOM PIPE PRO QS 3000:

Campeão: Jack Robinson (AUS) por 14,87 pontos (7,87+7,00) – US$ 15.000 e 3.000 pontos

Vice-campeão: Barron Mamiya (HAV) com 12,67 pontos (7,50+5,17) – US$ 7.000 e 2.250 pts

Terceiro lugar: Reef Heazlewood (AUS) com 9,57 pontos (8,00+1,57) – US$ 3.750 e 1.680 pts

Quarto lugar: Balaram Stack (EUA) com 6,93 pontos (6,70+0,23) – US$ 3.250 e 1.580 pts

SEMIFINAIS – 3.o=5.o lugar (US$ 2.500 e 1.260 pts) e 4.o=7.o lugar (US$ 2.000 e 1.180 pts):

1.a: 1-Reef Heazlewood (AUS), 2-Balaram Stack (EUA), 3-Brodi Sale (HAV), 4-Miguel Tudela (PER)

2.a: 1-Jack Robinson (AUS), 2-Barron Mamiya (HAV), 3-Cody Young (HAV), 4-Sebastian Zietz (HAV)

QUARTAS DE FINAL – 3.o=9.o lugar (US$ 1.250 e 900 pts) e 4.o=13.o lugar (US$ 950 e 840 pts):

1.a: 1-Miguel Tudela (PER), 2-Reef Heazlewood (AUS), 3-Joshua Moniz (HAV), 4-Torrey Meister (HAV)

2.a: 1-Balaram Stack (EUA), 2-Brodi Sale (HAV), 3-Aritz Aranburu (ESP), 4-Keanu Asing (HAV)

3.a: 1-Jack Robinson (AUS), 2-Sebastian Zietz (HAV), 3-Skip McCullough (EUA), 4-Soli Bailey (AUS)

4.a: 1-Barron Mamiya (HAV), 2-Cody Young (HAV), 3-Gatien Delahaye (FRA), 4-Kalani David (HAV)

OITAVAS DE FINAL – 3.o=17.o lugar (US$ 700 e 600 pts) e 4.o=25.o lugar (US$ 600 e 555 pts):

1.a: 1-Joshua Moniz (HAV), 2-Aritz Aranburu (ESP), 3-Benji Brand (HAV), 4-Tyler Newton (HAV)

2.a: 1-Torrey Meister (HAV), 2-Brodi Sale (HAV), 3-Makai McNamara (HAV), 4-Billy Kemper (HAV)

3.a: 1-Balaram Stack (EUA), 2-Reef Heazlewood (AUS), 3-Wyatt McHale (HAV), 4-Cristobal de Col (PER)

4.a: 1-Keanu Asing (HAV), 2-Miguel Tudela (PER), 3-Nolan Rapoza (EUA), 4-Kyuss King (AUS)

5.a: 1-Sebastian Zietz (HAV), 2-Gatien Delahaye (FRA), 3-Nicholas Squiers (AUS), 4-Sheldon Paishon (HAV)

6.a: 1-Jack Robinson (AUS), 2-Cody Young (HAV), 3-Makuakai Rothman (HAV), 4-Keijiro Nishi (JPN)

7.a: 1-Barron Mamiya (HAV), 2-Soli Bailey (AUS), 3-Marc Lacomare (FRA), 4-Dusty Payne (HAV)

8.a: 1-Kalani David (HAV), 2-Skip McCullough (EUA), 3-Kiron Jabour (HAV), 4-John Mel (EUA)

RESULTADOS DOS SUL-AMERICANOS NAS PRIMEIRAS FASES:

QUARTA FASE – entrada dos 32 cabeças de chave – 1.o e 2.o=Oitavas de Final:

——–3.o=33.o lugar (US$ 450 e 360 pts) e 4.o=49.o lugar (US$ 350 e 330 pts):

1.a: 1-Tyler Newton (HAV), 2-Torrey Meister (HAV), 3-Yago Dora (BRA), 4-Kaito Kino (HAV)

5.a: 1-Reef Heazlewood (AUS), 2-Kyuss King (AUS), 3-Joaquin del Castillo (PER), 4-Parker Coffin (EUA)

6.a: 1-Cristobal de Col (PER), 2-Miguel Tudela (PER), 3-Carlos Munoz (CRI), 4-Liam O´Brien (HAV)

15: 1-Kiron Jabour (HAV), 2-Marc Lacomare (FRA), 3-Mason Ho (HAV), 4-Jeronimo Vargas (PER)

16: 1-Kalani David (HAV), 2-Dusty Payne (HAV), 3-Ezekiel Lau (HAV), 4-Tomas Lopez Moreno (ARG)

TERCEIRA FASE – 3.o=65.o lugar com 210 pontos e 4.o=81.o lugar com 180 pts:

1.a: 1-Tyler Newton (HAV), 2-Makai McNamara (HAV), 3-Cole Houshmand (EUA), 4-Leandro Usuna (ARG)

3.a: Mitch Coleborn (AUS), 2-Brodi Sale (HAV), 3-Wiggolly Dantas (BRA), 4-Yuji Nishi (JPN)

5.a: 1-Parker Coffin (EUA), 2-Cristobal de Col (PER), 3-Kauli Vaast (TAH), 4-Manuel Selman (CHL)

6.a: 1-Liam O´Brien (HAV), 2-Joaquin del Castillo (PER), 3-Evan Valiere (HAV), 4-Lahiki Minamishin (HAV)

8.a: 1-Nolan Rapoza (EUA), 2-Wyatt McHale (HAV), 3-Adrian Garcia (PER), 4-Gabriel Villaran (PER)

12: 1-Anthony Walsh (HAV), 2-Cody Young (HAV), 3-Guillermo Satt (CHL), 4-Ian Walsh (HAV)

15: 1-Marc Lacomare (ARG), 2-Kalani David (HAV), 3-Kaito Ohashi (JPN), 4-Alvaro Malpartida (PER)

16: 1-Tomas Lopez Moreno (ARG), 2-Mason Ho (HAV), 3-Tereva David (TAH), 4-Luke Gordon (EUA)

SEGUNDA FASE – 3.o=97.o lugar com 60 pontos e 4.o=113.o lugar com 45 pts:

1.a: 1-Cole Houshmand (EUA), 2-Kaito Kino (JPN), 3-Noah Hill (HAV), 4-Sebastian Correa (PER)

3.a: 1-Yuji Nishi (JPN), 2-Kainehe Hunt (HAV), 3-Elijah Hanneman (HAV), 4-Herbert Moreno (BRA)

4.a: 1-Koa Smith (HAV), 2-Brodi Sale (HAV), 3-Roberto Araki (CHL), 4-Ryan Slattery (AUS)

7.a: 1-Ian Gentil (HAV), 2-Gabriel Villaran (PER), 3-Elijah Gates (HAV), 4-Danny Fuller (HAV)

8.a: 1-Adrian Garcia (PER), 2-Noah Beschen (HAV), 3-Nathan Yeomans (EUA), 4-Giorgio Gomez (COL)

9.a: 1-Gavin Gillete (HAV), 2-Keijiro Nishi (JPN), 3-Cole Alves (HAV), 4-Vitor Ferreira (BRA)

14: 1-Samson Coulter (AUS), 2-Makana Pang (HAV), 3-Nicolas Vargas (CHL), 4-Taichi Wakita (JPN)

16: 1-Tomas Lopez Moreno (ARG), 2-Alvaro Malpartida (PER), 3-Ryland Rubens (EUA), 4-Kai Lenny (HAV)


Créditos: Keoki Saguibo e Tony Heff


Divulgação por: João Carvalho WSL South America Media Manager

www.worldsurfleague.com

(Visited 33 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.