Três brasileiros estão nas oitavas do QS 10000 de Portugal

Três brasileiros estão nas oitavas do QS 10000 de Portugal

Alex Ribeiro vai enfrentar Yago Dora na disputa pela última vaga para as quartas de final e o jovem Samuel Pupo também está entre os concorrentes ao título do EDP Billabong Pro Ericeira

Alex Ribeiro-SP (Poullenot / WSL via Getty Images)
Alex Ribeiro-SP (Poullenot / WSL via Getty Images)

O catarinense Yago Dora e os paulistas Alex Ribeiro e Samuel Pupo, são os únicos que podem manter a hegemonia de vitórias brasileiras nas etapas com status máximo do WSL Qualifying Series esse ano. Os três passaram para as oitavas de final do QS 10000 EDP Billabong Pro Ericeira na sexta-feira de ondas pesadas na praia Ribeira D´Ilhas, em Ericeira, Portugal. Alex Ribeiro já tirou a vice-liderança no ranking de Miguel Pupo e vai enfrentar Yago Dora, que subiu para a quarta posição, na disputa pela última vaga para as quartas de final. Antes, Samuel Pupo enfrenta o americano Ian Crane no duelo que vai abrir o sábado, às 8h00 em Portugal, 4h00 da madrugada no fuso horário de Brasília.

A sexta-feira começou com onze brasileiros e um peruano, mas apenas três sobreviveram ao mais longo dia de competição no QS 10000 EDP Billabong Pro Ericeira, com dezoito baterias sendo disputadas em condições difíceis para competir em Ribeira D´Ilhas. Os australianos se destacaram e são maioria, com cinco surfistas entre os treze que restaram na briga pela vitória no último QS 10000 antes do encerramento da temporada no Havaí. A sexta-feira terminou na terceira bateria das oitavas de final e dois deles passaram para decidir a primeira vaga para as semifinais, Jacob Willcox e Ethan Ewing.

Samuel Pupo-SP (Poullenot / WSL via Getty Images)
Samuel Pupo-SP (Poullenot / WSL via Getty Images)

Os dois tinham barrado o paulista Miguel Pupo na quarta fase, na manhã da sexta-feira em Ribeira D´Ilhas. Com a derrota em 17.o lugar em Ericeira, Pupo já perdeu a vice-liderança do ranking para Alex Ribeiro, quando o surfista da Praia Grande conseguiu despachar um australiano, Caleb Tancred, para avançar para as oitavas junto com o havaiano Joshua Moniz. Com os 3.700 pontos que já garantiu no evento, Alex atingiu 21.800 no ranking, ultrapassando os 21.000 que Miguel Pupo ficou após sua eliminação na quarta fase.

BRASIL NA PONTA – Yago Dora ganhou o confronto seguinte e assumiu a quarta posição, então neste momento o QS tem quatro brasileiros na frente, com a atualização dos resultados da sexta-feira em Portugal. Jadson André é o líder, Alex subiu da terceira para a segunda posição, Miguel Pupo caiu para terceiro e Yago também pode ultrapassar os 20.000 pontos no ranking se passar para as quartas de final em Ericeira, ou seja, ganhar o duelo brasileiro com o Alex Ribeiro na manhã do sábado em Ribeira D´Ilhas.

Frederico Morais-PRT (Poullenot / WSL via Getty Images)
Frederico Morais-PRT (Poullenot / WSL via Getty Images)

Quem também se aproxima de voltar ao CT é o português Frederico Morais. Ele entrou na lista dos dez que se classificam, com a vitória no QS 6000 Azores Airlines Pro no domingo passado lá mesmo em Portugal. No sábado, ele disputa o segundo confronto do dia com o australiano Stu Kennedy pelas oitavas de final. O primeiro será o do brasileiro Samuel Pupo, atual campeão sul-americano Pro Junior da WSL Latin America, com o americano Ian Crane.

TRÊS CLASSIFICADOS – O irmão mais jovem de Miguel Pupo também abriu a sexta-feira, vencendo a sexta das doze baterias da terceira fase. O californiano Patrick Gudauskas passou junto com Samuca e o carioca Lucas Silveira acabou eliminado com o sul-africano Dylan Lightfoot. Na sequência, os australianos despacharam o paranaense Peterson Crisanto no segundo confronto do dia e o pernambucano Ian Gouveia no terceiro.

Ian Gouveia-PE (Poullenot / WSL via Getty Images)
Ian Gouveia-PE (Poullenot / WSL via Getty Images)

Mas, o catarinense Alejo Muniz conseguiu a segunda vitória brasileira da sexta-feira e a disputa seguinte deu dobradinha verde-amarela de Alex Ribeiro e Yago Dora, eliminando o francês Jorgann Couzinet que estava em quarto no ranking e o peruano Miguel Tudela. Depois, mais três brasileiros foram eliminados nas duas baterias que fecharam a terceira fase. O catarinense Willian Cardoso e o paulista Thiago Camarão caíram juntos na penúltima e na última mais um australiano, Caleb Tancred, barrou o saquaremense João Chianca.

Com isso, apenas cinco brasileiros disputaram classificação para as oitavas de final na quarta fase. O primeiro a competir foi Miguel Pupo, que não achou boas ondas e perdeu para os australianos Jacob Willcox e Ethan Ewing. Seu irmão, Samuel, entrou duas baterias depois e derrotou o sul-africano Matthew McGillivray e o americano Nat Young.

Alejo Muniz-SC (Poullenot / WSL via Getty Images) Alejo Muniz-SC (Poullenot / WSL via Getty Images)
Alejo Muniz-SC (Poullenot / WSL via Getty Images)

O catarinense Alejo Muniz, que está voltando depois de um longo período se recuperando de contusão, ficou em último contra o australiano Connor O´Leary e o português Frederico Morais, terminando empatado em 17.o lugar no EDP Billabong Pro Ericeira com Miguel Pupo. Ainda tinham dois brasileiros nas últimas baterias e ambos avançaram para as oitavas de final.

DUELO BRASILEIRO – Alex Ribeiro ficou em segundo na disputa vencida pelo havaiano Joshua Moniz, enquanto Yago Dora derrotou o sul-africano Adin Masencamp e o francês Charly Quivront. Com um passando em primeiro e o outro em segundo, os dois acabaram se encontrando para disputar a última vaga para as quartas de final.

O QS 10000 EDP Billabong Pro Ericeira está sendo transmitido ao vivo da Praia Ribeira D´Ilhas pelo www.worldsurfleague.com e o fuso de Portugal é de 4 horas a mais de Brasília. A primeira chamada do sábado é as 8h00 em Ericeira, 4h00 da madrugada no Brasil.

QS 10000 EDP BILLABONG PRO ERICEIRA EM PORTUGAL:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 3.550 e 3.700 pontos:

——–baterias que fecharam a sexta-feira:

1.a: Ethan Ewing (AUS) 16.50 x 14.90 Cooper Chapman (AUS)

2.a: Jacob Willcox (AUS) 11.83 x 11.03 Morgan Cibilic (AUS)

3.a: Matthew McGillivray (AFR) 13.40 x 13.17 Patrick Gudauskas (EUA)

——–ficaram para abrir o sábado:

4.a: Samuel Pupo (BRA) x Ian Crane (EUA)

5.a: Frederico Moraes (PRT) x Stu Kennedy (AUS)

6.a: Connor O´Leary (AUS) x Chris Zaffis (AUS)

7.a: Joshua Moniz (HAV) x Adin Masencamp (AFR)

8.a: Yago Dora (BRA) x Alex Ribeiro (BRA)

QUARTA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final e 3.o=17.o lugar com US$ 2.500 e 2.200 pts:

1.a: 1-Cooper Chapman (AUS)=12.60, 2-Morgan Cibilic (AUS)=10.93, 3-Jake Marshall (EUA)=10.60

2.a: 1-Jacob Willcox (AUS)=15.66, 2-Ethan Ewing (AUS)=13.54, 3-Miguel Pupo (BRA)=8.84

3.a: 1-Patrick Gudauskas (EUA)=12.94, 2-Ian Crane (EUA)=9.67, 3-Joan Duru (FRA)=0.00

4.a: 1-Samuel Pupo (BRA)=13.53, 2-Matthew McGillivray (AFR)=13.13, 3-Nat Young (EUA)=11.67

5.a: 1-Stu Kennedy (AUS)=11.70, 2-Chris Zaffis (AUS)=10.60, 3-Luke Gordon (EUA)=8.37

6.a: 1-Connor O´Leary (AUS)=12.17, 2-Frederico Morais (PRT)=11.60, 3-Alejo Muniz (BRA)=10.64

7.a: 1-Joshua Moniz (HAV)=15.10, 2-Alex Ribeiro (BRA)=12.77, 3-Caleb Tancred (AUS)=8.53

8.a: 1-Yago Dora (BRA)=14.60, 2-Adin Masencamp (AFR)=10.07, 3-Charly Quivront (FRA)=9.63

TERCEIRA FASE – 3.o=25.o lugar (US$ 1.800 e 1.100 pts) e 4.o=37.o lugar (US$ 1.450 e 1.000 pts):

——–baterias que abriram a sexta-feira:

6.a: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Patrick Gudauskas (EUA), 3-Lucas Silveira (BRA), 4-Dylan Lightfoot (AFR)

7.a: 1-Chris Zaffis (AUS), 2-Frederico Morais (PRT), 3-Peterson Crisanto (BRA), 4-Keanu Asing (HAV)

8.a: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Stu Kennedy (AUS), 3-Sheldon Simkus (AUS), 4-Ian Gouveia (BRA)

9.a: 1-Alejo Muniz (BRA), 2-Luke Gordon (EUA), 3-Evan Geiselman (EUA), 4-Beyrick De Vries (AFR)

10: 1-Alex Ribeiro (BRA), 2-Yago Dora (BRA), 3-Jorgann Couzinet (FRA), 4-Miguel Tudela (PER)

11: 1-Joshua Moniz (HAV), 2-Adin Masencamp (AFR), 3-Willian Cardoso (BRA), 4-Thiago Camarão (BRA)

12: 1-Charly Quivront (FRA), 2-Caleb Tancred (AUS), 3-João Chianca (BRA), 4-Hiroto Ohhara (JPN)

——–resultados dos sul-americanos na quinta-feira:

2.a: 1-Jacob Willcox (AUS), 2-Morgan Cibilic (AUS), 3-Krystian Kymerson (BRA), 4-Flavio Nakagima (BRA)

3.a: 1-Miguel Pupo (BRA), 2-Jake Marshall (EUA), 3-Tanner Gudauskas (EUA), 4-Cole Houshmand (EUA)

4.a: 1-Joan Duru (FRA), 2-Nat Young (EUA), 3-Gatien Delahaye (FRA), 4-Lucca Mesinas (PER)

5.a: 1-Ian Crane (EUA), 2-Matthew McGillivray (AFR), 3-Italo Ferreira (BRA), 4-Carlos Munoz (CRI)


CRÉDITOS FOTOGRÁFICOS: Poullenot / WSL via Getty Images.

Divulgação por: João Carvalho WSL South America Media Manager

www.worldsurfleague.com

 

(Visited 4 times, 1 visits today)
E ai gostou? Então nos ajude divulgando nosso trabalho
RSS
Receba nossa newsletter
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
YouTube
Instagram

Adriel

Gerente Surfbrazukas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.